sexta-feira, 26 de junho de 2009

Consuma sua vida!

E o mundo se fecha e se abre, em constantes mutações.
São vozes, rostos e gestos que se misturam como ingredientes
e formam receitas conhecidas. A vida passa como uma linha através
de nossas intenções e tece uma esperança. Uma esperança de poder
deslumbrar um futuro jubiloso, onde você amará os seus dias e fará deles
o que realmente são: seus únicos dias.

Se a morte chegará para todo organismo que pulula sobre a terra
e ela será irremediável, só resta a este organismo uma tarefa:
Consumir a vida como um animal sedento por água que se joga dentro
de um lago e faz dele parte de seu próprio corpo.

Consuma sua vida!
Consuma sua vida!
Consuma sua vida!

e construa um destino que você possa amar.

.

3 comentários:

joaquim t. disse...

cautelando pra num se afogar.
construir um tunel no lago isolando todo o resto da água também não é a saida.
mergulhemos, mas ermegamos pra respirar. (verbos estranhos pra se conjugar né? haha)

joaquim t. disse...

engraçado.
a palavra na "verificação de palavra" do comentário acima foi "Ameno".... fui ameno no comentário? (seu blog é analisador... medo)xP

Pedro. disse...

o que fizemos foi um ato de bravura.